Encontro.

Teus olhos fintados no infinito,
Mais negro que as noites frias de outono.
Sinto teu toque preciso e silencioso,
No ar apenas o turbilhar de dois corações enamorados.

Estamos tão pertos mas distantes de realidades,
Teu perfume tão peculiar invadindo toda a imensidão,
Sinto o calor que invade meu ser por um abraço teu.
Indispensáveis são as palavras no encontro marcado de duas almas.

Tua hora vai chegar e terei que deixar partir,
São conflitos de sentimentos alegria ao chegar e choro ao sair,
Mesmo que o tempo se perca nunca vou esquecer,
O toque suave e delicado de suas mãos,
O gosto do beijo marcado por chama e amor.

Dos enlaces da vida fico com nossos melhores momentos,
Não a brechas quando é vivo e sincero mas sobretudo real,
Enquanto pulsar meu coração viveras.
E por toda a eternidade nosso amor persistiras.

Anúncios

Milhas.

Vaguei por tantas milhas,
Meu corpo por tantas estradas,
Mas por mais que eu me distanciava,
Meus pensamentos só o procurava,
Em cada esquina, em cada rosto.

É tão confuso e só preciso te esquecer,
Os olhos perdidos na noite vendo mais um amanhecer,
Milagres acontecem e basta apenas um recomeço,
Me olho no espelho o que vejo, já não me reconheço

Me afasto de um sentimento perdido,
Tenho que reformular a vida contida,
Existia planos eu e você, e o que me restou?
Posso juntar os cacos, e cuidar do que sobrou.
O universo conspira para o positivo,
Só tenho que ajeitar minha bússola e seguir,
Apagar todas as lembranças, antes de me consumir,
E se há uma felicidade após o horizonte não posso desistir.

Apenas me beije.

São tantas incertezas, que amedronta, e nos faz recuar na vida,
Tento te entender, desapareço, desejando apenas ser lembrada,
Se calo é para não conflitar os pensamentos e nós magoar,
Os pensamentos loucamente me sufocam até perder o ar.

O desejo latente, é que  segure forte minhas mãos,
A vida é uma roda gigante que não para, lotada de emoções,
Digo que você desiste fácil, seus medos sua fraqueza,
Posso sempre estar aqui, mas retornar é ir contra seus fantasmas,

Curta é vida e as  oportunidades únicas,
Então apenas me cale da forma mais afável do universo.
Me beije como se não fosse ter fim,
E permita transbordar o que sua alma nunca deixou de dizer.

Coração.

Suas batidas se findam, a cada instante um pouco a menos,
Seu brilho trocado pelo cinza e apático da vida inconstante,
Já fomos tão envolventes, ávidos e sedentos.
Mas restou lamentos, vazio e um medo constante.

A cada decepção uma dolorida lição,
As feridas invisíveis, mas latentes e profundas na alma.
Amar virou apenas uma palavra comum,
As paixões se silenciaram já não tem lugar para pousar,

Sua ingenuidade seu declínio,
Se arrasta mendigando migalhas da inexistência.
Existe um grito silencioso inaudível a você.
Dos erros, ensinos, das fraquezas aprende a ser forte.
Caio, levanto, mas desistir não seria opção.
Oh coração sofrido, trincado mas invencível….

Seus olhos falam…

Seus olhos desmentem o que seu rosto quer dizer,
Você vai dançando com a música, evitando o seu prazer,
Suas gargalhadas desesperadas, uma felicidade fingida,
Palavra ditas por dizer, uma amargura doida e contida,

Eles se perdem em meio a tanta tristeza,
Eu os vejo, mas sei que não me vê, com certeza,
Se perdem em meio ao nada, buscando em que se prender
Se ainda esta aqui porque tem medo de se perder.

Sua boca diz que esta bem, que tudo ficará,
Mas existira futuro  com tantas incertezas, resistirá?
Em teus olhos uma palpável tristeza, que doí a minha alma,
Porque insistir  em ficar, se nada nos acalma.

Vive dizendo pra si  não,
Quando teu coração perde a razão,
Tua boca fala sem paixão.
Você em  mundo repleto de ilusão,

Em meio a luz mas afundado em profunda escuridão.
Se torna só mesmo em meio a multidão,
E quando ver, a vida passou como um trovão,
E que não tem nada além de lembranças sem  paixão.
Porque quem tem medo de viver, vive pedindo perdão.

Vamos passear?

Venha vamos partir sem rumo a seguir,
Pegue tudo que couber em sua alma,
Não olhe para o que ficou mas o que realmente te faça sorrir,
Verás, precisa de pouco para ser feliz, tenha apenas calma.

O caminho é longo, terás muitas flores, mas elas tem espinhos,
Cada passo sua vez, e se der, pare para admirar os passarinhos,
Ouça os sons da vida, ela tem muito a ensinar,
Se nada aprendeu não ligue ja sabes ouvir e esperar,

De segundo a segundos, podes ir do céu ao chão,
Apenas não se abale, verás  solução,
Não se esqueça, pelo caminho plante sementes,
Algum momento vira a colheita,seras inteligente?

E tire tudo o que puder da vida, ela é unica,
Ela te dará presentes,mas em alguns momentos, seras irônica
Lembre-se a melhor reposta é sempre sorrir,
Podem te tirar tudo menos sua alma e a missão a cumprir.

 

Causas.

Sempre sera o espinho cravado na alma,
Meu vicio sem sentido e motivo,
Como sentir algo se nunca realmente esteve aqui,
Ou deu motivos suficiente para provar que valeria,
Um segundo do meu sentimento ou do meu pensamento,
Minha cicatriz invisível, não preciso ver mas sei que esta lá.
A vida que segue, o tempo que voa, mas sem você,
O gosto do beijo que não o tenho,

Tolamente espero o que o vento não trara de volta,
Sei que em algum canto segue sem olhar para trás,
Sou marionete que hoje ocupa a estante do esquecimento,
Graça tinha enquanto era apenas um jogo,
Você me distrai até conquistar o ultimo suspiro,
Egoistamente pensas apenas em seu ego, esquecendo que feri,
Mas devo ser apenas um fase, sem culpa, sem remoço e sem lembranças.
Deixo gravado nas estrelas que amei, que me entreguei real ou não eu fui.
Não era apenas sonhos ou desejos, mas busquei motivos em ti para ficar…
Queria me encontrar em você e não ser apenas fim de tardes,
Alguém sem rumo buscando pelos caminhos atras de abrigo,
Eu fui seu porto, quando eu queria que fosse o meu..
Sem esperanças e sem amor acredito que nada restou.