Loucos..

“… Desta mulher de fases…”

Somo como o sol e a lua, quando nos encontramos paramos o mundo,
Incontrolavelmente intensos e complicados mas com gostinho de quero mais,
Quem meche tão intensamente com seus pensamentos se não for eu,
Bagunço suas ideias, balanço seu coração e deixo flutuando em emoção.

Te prendo em beijo profundos, podíamos congelar os momentos,
Te afago em abraços profundos, que te fazem perder o sentido.
Sou de fases, sou intempestuosa mas muito amorosa e inesquecível.
Não fomos feito para termos raízes mas para deixar marcas..

Rodamos tanto mas voltamos para o mesmo lugar te partida,
Falamos sem pensar, talvez de boca pra fora, para nos proteger,
Queremos na real que a faísca da nossa alma se incendeia,
Loucos? Sim um pelo outro…

Anúncios

……S2……

…………………………………………………………..S2……………………………………………………………..

O sol já aponta lá fora meu amor,
Que tal brincar de pega ou não pega?
Sorrir até chorar, e se estiver difícil te ajudo? cocegas… ^^
Nos beijar infinitamente enquanto este dia durar,

Rir do nada, sem sentido, porque o maior sentido é você,
Não ter medo de nada, por você estará lá,
Encontrar as belezas ate nas suas infinitas caretas,
Ficamos bobos quando se começa a amar…

Vamos dar as mãos, e voar sem os pés do chão tirar,
Saber que mesmo em dias chuvosos sempre terá a beleza do seu olhar,
Me abraça antes do dia acabar e vamos nos amar sem parar,
Deixa eu ver a alegria e toda imensidão da beleza que há em você.
Nós permita sermos crianças crescidas com sentimento real e ingênuo de se apaixonar..

………………………………………………………………S2……………………………………………………………………

Preto no branco.

Confesso os dias são tão preto e branco,
Eu digo você era a cor dos olhos meus,
Sinto falta da tua voz rouca dizendo banalidades a pé do ouvido,
Sei que todos os caminhos errante que eu prossiga, só me levam a ti.

Tudo me lembra você,
O perfume perdido no vento,
O gosto incomparável de quero mais,
O som do violão ao longe,
O tempo que se perdia quando nos olhávamos…
Vejo por ai o grisalho da vida e sinto falta..

Já perdi a esperança de entender o porque não, do que nunca foi meu,
Éramos perfeitos juntos, e isso assusta, mas nunca fomos reais,
Nunca vi um futuro, por isso me prendi sempre no presente e agora,
Teus beijo, teu sorriso, teu corpo tua voz tudo milimetricamente sentido e gravado.
Esta distância que vai matando aos poucos e silenciando a alma.

Porque me fazer ama-lo intensamente, para simplesmente não ficar,
Te desejar a cada respirar e nem consigo esconder, isso vai me matar,
Perco o sentido,perco no passado que nunca foi meu, tenho que me afastar,
Será que faço falta como você faz a mim, ou eu que só sei complicar,
Posso me envolver, mas nunca será da forma como me ensinou amar.
Teu cantinho guardado no profundo do peito, que chega a sufocar,

Não quero viver de preto e branco, com meias verdades, meios amores,
Preciso logo de coração para pousar, e um amor que vai além de poucos momentos,
As oportunidade passam depressa e eu estou aqui te chamando,
Não quero viver nas outrora, quero um presente para nós.
Mas você foi isso tudo e eu o que fui para você?!?

 

Filme…

Sinto cheiro de pipoca no ar,
Vamos logo iniciar, tem um espetáculo para começar,
Se ficar a pensar ira se atrasar,
Venha não importe de qual lugar basta sentar e esperar,

Existe uma estória para cada gosto, espero que não vá se entediar,
Os estilos são os mesmo, de drama ao romance são de arrepiar,
Sua atenção eu quero captar só não quero ver suas lagrimas a rolar,
São fatos reais, de uma garota assustada e que tem péssimo habito de amar,

Sua vida é singela mas tem facilidades para se complicar,
Uma vida simples não absteve de ter beleza no olhar,
Suas lagrimas poderia formar  um mar,
Nunca teve sorte no amor, porém não deixou ainda de sonhar…

As magoas não se podem transcender as décadas nem se estabilizar,
Uma hora aprendemos a conviver, e ate superar,
Nesta mudança de cenários, você vai de alto a baixo e há tempo para se alegrar,
Mas temos que tomar cuidado, com os vampiros podem te seduzir e hipnotizar,
Vão sugar suas forças, sua vontade de sorrir e ate te sufocar,
Te levarão a uma vida apática e sem chances de brilhar.
Mas paramos de blá blá blá e vamos ver no que este filme vai dar.

Eu e você.

Se eu não gritar para o mundo o que sinto, me perdoe,
Posso parecer forte, mas sou mais frágil que podes imaginar,
Estou mais confusa que o normal, tomada por medos, inseguranças,
Não é todo dia que um furacão de sentimentos bate a sua porta e diz Oi,

Somos tão  iguais como o vinho e a agua, depois das dez sou a parte com álcool,
Estou perdidamente embriagada por seus risos descontrolados,
Estar com você é com um carro desgovernado, assustador mas empolgante,
Quando penso que o conheço, que sei dos teus atos mais me equivocada estou,

Normal nunca foi o que nos atraiu,
Sentimento incalculável ou seria indescritível,
Somente os loucos entenderia, é algo admirável,
Contigo o tempo voa, e sou apenas eu,
Você pode imaginar a demência que é voar sem tirar os pés do chão..
Não conseguiria resumir o que somos, mas sei que vai além de paixão.

Você.

Antes de meus olhos te notarem meu coração já o escolhia,
Tão instantâneo e profundo foi nosso primeiro olhar,
Meu coração destruído e a ultima coisa que queria era pensar em amar,
Mas vai entender a alma, foi inevitável quando vi já estava suspirar,

Teus olhos tem um jeito único de dizer que sou especial,
Quando sorri meu mundo literalmente flutua,
Ao teu lado me sinto viva, me sinto leve, apaixonada?
Teu perfume meche profundamente com meus sentidos,
Somos uma combinação talvez perigosa, porque ao teu lado não a limite.

Se tivesse que escolher:
Uma beleza seu sorriso,
um lugar seria seus braços,
Uma morada seu coração,
Um AMOR exoticamente infinitamente seria você.

 

Sentimentos.

Há sentimentos que não se explica apenas acontecem,
Tantas escolhas para um único destino, a felicidade,
Mas são tantas incertezas, e abismo entre linhas, ate lá,
Antes de um grande amor, surge tantos desamores,
E dores e espinhos são inevitáveis e ate incuráveis.

E pode ate evitar mas se envolver é inevitável,
Seja amor ou apenas paixão, sempre deixara algo,
Lembranças, magoas talvez do que foi ou poderia ser,
A cada enamoro  que se passa aprendemos infinitamente mais,
O tempo é o melhor conselheiro, e as vezes a solidão a melhor escolha.

O solitário nem sempre é infeliz ou mal amado,
Deixa de questionar o porque Eu,
Mas muda-se o foco, muda-se as paixões e a forma de visionar,
Não anseia o alcançável, apenas descomplica o complicado ou o abandona de vez,
Surge o amor próprio, e não esperar, e nem depositar o que se é precioso a vãs pessoas.

De tanto amar aprende os desamores,
De tanto se julgar e culpar aprende apenas aceitar,
De tanto buscar descobre a verdadeira essência do amar.
Descobre que nem sempre ser solitário é estar só.