images

Caminho..

Eu já vaguei por vários, já refiz inúmeros,
Alguns foram longos ate os pés e a cabeça enlouquecer.
Uma matança simultânea, a cabeça queria esvaziar e os pés parar.
Mas enquanto existir uma culpa, dor, tristeza não se encerra.

Perdi as vezes que chorei, busquei os maiores penhascos,
Mas pular exige coragem e concordar com a maioria,
Mas a indagação dentro de mim,sempre dizia não é o fim.
Posso ser imperfeita, louca, insensata mas jamais comum.

E o caminho não tinha O Fim…
Quantos se inicia conosco a caminhada? E quantos continuaram?
Filtrar o que agrega, e desfazer de imediato o que feri.
Muito se tem, mas mais ainda se perde, tudo é uma questão de escolha.

Por enquanto vou refazendo a bolsa, juntando o que quero e faz bem.
Desfazendo do que excede, apenas acarreta peso.
Afinal a caminha é longa, e tem que ser leve.
O tempo voa, quero correr com ele, a vida é breve.

 

 

 

dsc00439_600x450

Tuas Obsidiana.

Vi em seus olhos negros um abismo,
Tão sedutor, singelo e assustador,
Eu sabia exatamente onde ir, mas você me tragou,
No profundo e lindo negro me transtornou.

Eu diria que como imã nos atraímos,
Mas seriamos oposto?
Ah!! mas tenho certeza você me enfeitiçou.
Não foi culpa sua mas das tuas duas Obsidiana…

Eu poderia ser tudo, mas agora sou um nada.
Perdi minha bússola, perdi você, me perdi..
Ha um vazio inexplicável, mas uma saudade palpável.
Fecho meus olhos e vejo apenas ati, serás que lembras de mim.

Teus olhos em mim, era com um manto, minha proteção.
Neles eu ia longe, sem tirar os pés do chão.
Meu porto seguro em tempos tempestivos,
Quando eles deixaram de me ver, não sei
Já não o vejo como quero, mas o sinto como não pensava sentir.

hqdefault

Pesadelo

Se acordares durante a noite, ofegante sei que vais olhar para o lado,
La estará um alguém que seu coração conhece, alma desconhece, atordoado
Lembranças loucamente se misturam, insano, presente e passado,
Vai abraçar o distante, desejar o inexistente e chorar amargurado.

Tantos aromas mas nenhum é igual ao teu,
Prometi  ficar para sempre, mas não deu,
Mas me perdi, te perdi, caiu meu chão, meu céu,
Quantos risos ouvirei, e ainda assim procurarei o seu.

Insanamente vou tentando te esquecer, mas me perco em cada tentativa,
Vou seguindo mas me perdendo em cada esquina, foi a minha iniciativa,
Não queria que o tempo passasse e apenas vivesse de sonhos, não sou criativa.
A vida, brinca tanto conosco, que chega a dar raiva.

Chamo de pesadelos, todas as noites em claros,pensando em ti,
Mas desejo que ele acabe para nós, talvez acabe por aqui,
Sei que foi incrivelmente inesquecível, dizer adeus corroí.
Espero que tenhamos segunda chance, igual ou melhor como sempre imaginei.
Não quero pesadelos, quero amor, felicidade, quero prossegui.

 

(Imagem do filme, Paixão sem limites….)

relogio-tempo

Amor, um minuto.

Oi, amor, um minuto apenas, vou  tentar explicar,
Sabe aquela nossa estoria, aquela eu e você, e eu sempre a me distanciar,
Acontece que tem alguém em seu lugar, confuso, difícil acreditar,
Mas acontece que vou me iludindo, brincando de gostar.

Vou ser franco, estou perdido, confuso, estranho, tentando me enganar,
Ela mora la e eu aqui, e imagina quem eu nunca deixo de pensar,
Na memoria, nossas lembranças latentes, como não lembrar,
Como apagar, seu jeito sereno de sorrir e me encantar,
Em um segundo, eu via o mundo todo e me perdia em seu olhar.
Ei amor, já tentei, mas para sempre vou te amar.

Ha minha menina, certas coisas não mudam, por mais que tente,
Meus receios, seus beijos, meus medos, seus carinhos e eu incoerente,
Busquei tantas desculpas para fugir, para escapar, fui fraco literalmente.
No calabouço da alma escondo o que sinto, me sinto impotente.
Se pudesse ver aqui dentro, veria o feliz mais infeliz, tudo no inconsciente.

Era tantas incertezas, tudo tão confuso, e eu ali perdido,
A unica certeza era o que pulsava e pulsa no coração, esta tudo contido,
Tantos caminhos percorri, mas todos me faz concluir,
Fui e sou um completo idiota, me perdoa , por desistir,
Sempre serás, minha ilustração de mulher perfeita, hoje estou em ruínas,
Posso não ter outra chance, então amor, espera um minuto apenas.

VMP.

3B73E

Esperar..

Não se incomode vou esperar,
Sei que o que sentes, vai o seu medo superar,
Vou preparar a nossa musica preferida,
Vamos dançar na chuva, e cantar pra ti querida.

Gritar aos quatro ventos você é a minha boboca,
Somos Romeu e Julieta, quem sabe você o coco da minha cocada, o_O’
Como explicar esta magia que nos uni, podemos ate evitar,
Mesmo se trilharmos caminhos diferentes sempre algo vai faltar.

Ouvir dizer que verdadeiros amores duram segundos,
Mas eu doaria a vida toda apenas, para ter estes momentos tão profundos,
Não usamos razões apenas deliciosa paixão,
Afinal eu voava quilômetros ao seu lado, sem sair do chão.

Mas não se incomode, escolhi te esperar,
Toda imensidão da minha vida se resume ao seu olhar,
Não, Não se incomode, vale a pena esperar,
Eu renunciaria a minha vida para poder lhe amar.
Não se incomode, eu vou esperar,
Só não demore, a vida voa,e é melhor amar que viver a lamentar.

 

P.s ( Ao som de Fiest..)

arvore-triste_2424047

Olho em volta tudo vazio como a alma solitária,
Onde se via cores, há apenas cinzas de uma época feliz,
Despida de mascaras, sentimentos, estou escapando por um triz,
Como uma folha ao vento, estou, vou apenas vou sem rumo ao certo,
Em uma vida onde extingue o respeito, o errado se torna correto,

As escolhas nos jogam do céu ao inferno,
Do fogo ardente ao impiedoso inverno,
Os risos, lembranças e o que resta o copioso choro,
Sua voz distanciava, sonhos para mim sonoro
Seria falsas esperanças de cumplicidade fantasiosa,

Sem caminho algum vejo o fim,
As feridas abertas já não doí, cheguei ao ápice, até que enfim,
Para tudo há um limite, para os desamores, o descanso.
Se parto, eis as dores do parto, és momento bondoso.
Não triste, mas do adeus o mais silencioso.
Dos pulsos cortantes, o pulsar que insistia em pulsar,
A escuridão, solidão fria que não se via agora é palpável.
Dos amores sobra os desamores, do doce ao fel.
De você, resta pesadelos coloridos, do eu que era e não mais sou.

3f9a4a61dc893625ec08596502f156fc322d1195

Será Adeus…

Era a hora de se dizer Adeus,
Arrancar o que já não são meus,
Procurei loucamente por palavras, mas elas fugiram,
Seria fácil ? Do nada as pistas surgiram…
Lembra…( Zeca Baleiro)

“Mas ontem, Eu recebi um Telegrama,  Era você de Aracaju, Ou do Alabama Dizendo:
Nêgo sinta-se feliz
Porque no mundo
Tem alguém que diz:
Que muito te ama!
Que tanto te ama!
Que muito muito te ama, que tanto te ama!…”

Não, Não seria fácil esquecer o que esta escrito nas estrelas,
No emaranhado do destino sei que ainda existe chances singelas,
Me disse de tantas formas que sou complicada,
Mas complicado era seu jeito misterioso,me deixava obcecada.
Hoje você novos planos, sentimentos e uma nova estrada,
Eu tenho lembranças boas, um vazio e maquiagem borrada.
Sei que termina aqui, o amor de um dia que durara uma década.
E por um instante jurei que era verdadeiramente amada…