Amor Platônico.

Retrato ao lado, choro engasgado e o tempo roubado que ousa voltar..
A vida nos da escolhas sem dar aviso prévio das escolhas a se tomar…
Paro e fico a pensar em tudo que eu deixei de te falar…
Hoje sei que o tempo ameniza essa forte sensação de te amar..
As vezes falta forças ou vontade de disfarçar que eu queria ao teu lado estar…
Existe esperanças de você me notar, duvida que insiste em não se calar…
Lamentável é não ter forças para tudo isso pessoalmente te contar
Castigo ou ilusão mas essa minha mania de sempre tudo demonstrar…
Noites em claros,os conflitos na mente, pensamentos que vem a perturbar
Os poucos momentos juntos se findam e me diz como não chorar
Vejo o porque minha alma escolhia o silencio, claro tinha receio de te afastar
Estranho mas serio um pressagio, pois perde um confidente, amor , amigo, isso esta a me matar
Não se vá, peço mais uma vez, fique prometo não mais o incomodar..
Ah se eu soubesse, que te levaria para longe, o que faço para me perdoar….

Anúncios

Um comentário sobre “Amor Platônico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s