Entrega.

Eu guardei o melhor para o final,
Perdi os medos, me joguei nessa aventura sentimental,
Te fiz de amuleto, meu desejo meu esconderijo mortal,
Me arrisquei, me joguei de cabeça e nada mais importa nem o que é real.

Seus joguinhos maliciosos, me mata, me joga na lona, quer me enlouquecer,
Teu olhar misterioso, sedentos do amor, me atrai, e o resto quero apenas esquecer ,
Eu e você perfeitos como bolero que incendeia e faz tudo em  volta aquecer,
Você levou toda a sanidade presente em mim, e sinto tua falta a cada amanhecer.

Você se tornou meu crime, meu vicio, meu ócio, minha condenação,
Crime cometido contra meus dilemas, deixar tudo e seguir a emoção.
Vicio de você, minha dose de adrenalina que movimenta meu coração,
Meu ócio absoluto em meio as tormentas da vida, momentânea solução.
Condenada a nunca viver sem esta louca paixão, algo fora da imaginação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s