Amor, um minuto.

Oi, amor, um minuto apenas, vou  tentar explicar,
Sabe aquela nossa estoria, aquela eu e você, e eu sempre a me distanciar,
Acontece que tem alguém em seu lugar, confuso, difícil acreditar,
Mas acontece que vou me iludindo, brincando de gostar.

Vou ser franco, estou perdido, confuso, estranho, tentando me enganar,
Ela mora la e eu aqui, e imagina quem eu nunca deixo de pensar,
Na memoria, nossas lembranças latentes, como não lembrar,
Como apagar, seu jeito sereno de sorrir e me encantar,
Em um segundo, eu via o mundo todo e me perdia em seu olhar.
Ei amor, já tentei, mas para sempre vou te amar.

Ha minha menina, certas coisas não mudam, por mais que tente,
Meus receios, seus beijos, meus medos, seus carinhos e eu incoerente,
Busquei tantas desculpas para fugir, para escapar, fui fraco literalmente.
No calabouço da alma escondo o que sinto, me sinto impotente.
Se pudesse ver aqui dentro, veria o feliz mais infeliz, tudo no inconsciente.

Era tantas incertezas, tudo tão confuso, e eu ali perdido,
A unica certeza era o que pulsava e pulsa no coração, esta tudo contido,
Tantos caminhos percorri, mas todos me faz concluir,
Fui e sou um completo idiota, me perdoa , por desistir,
Sempre serás, minha ilustração de mulher perfeita, hoje estou em ruínas,
Posso não ter outra chance, então amor, espera um minuto apenas.

VMP.

Anúncios

4 comentários sobre “Amor, um minuto.

  1. Além de uma bela escritora, ainda possui sexto sentido. E pra completar ainda usa códigos complexos inseridos no texto. Será que alguém consegue entendê-los? Vmp ^><

  2. Sempre que posso venho aqui para ler, reler, chorar e sorrir. Seus versos são sempre como punhais que avassalam minha alma. Se estivessem dispostos tradicionalmente em um livro, certamente meu exemplar estaria manchado, rasgado e com dobras por todos os lados. Espero que esta história chegue um dia ao fim, e que seus poemas continuem com uma nova visão e infinitas novas inspirações. Espero que o sol aqueça sua pele e seu inspirador aqueça tua alma. Quando leio seus escritos tenho a impressão que este amor vem de outras vidas e que esta é a sua sina, e também a dele. A vida e suas brincadeiras… O pior é que não podemos optar por não participar. Já nascemos fadados a seus caprichos. E cada ser em si carrega seu próprio capítulo já escrito há tempos. Encerro citando eu mesmo: “Mãe, por favor me acorde quando o mundo me fizer refém de meus sonhos.”

    1. Na verdade, é difícil entender, geralmente se tem dó ou pena de um amante da poesia, ou palavras…
      Mas lhe respondo.. com a letra do Ira…

      “E sempre que estiver sozinha
      Nas tardes de domingo
      É só você pensar que eu
      Eu vou voltar sorrindo
      Eu vou tentar

      Eu vou tentar fazer você feliz
      Nem que seja pela última vez
      Eu vou tentar fazer você sentir
      Tudo como na primeira vez…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s