Pesadelo

Se acordares durante a noite, ofegante sei que vais olhar para o lado,
La estará um alguém que seu coração conhece, alma desconhece, atordoado
Lembranças loucamente se misturam, insano, presente e passado,
Vai abraçar o distante, desejar o inexistente e chorar amargurado.

Tantos aromas mas nenhum é igual ao teu,
Prometi  ficar para sempre, mas não deu,
Mas me perdi, te perdi, caiu meu chão, meu céu,
Quantos risos ouvirei, e ainda assim procurarei o seu.

Insanamente vou tentando te esquecer, mas me perco em cada tentativa,
Vou seguindo mas me perdendo em cada esquina, foi a minha iniciativa,
Não queria que o tempo passasse e apenas vivesse de sonhos, não sou criativa.
A vida, brinca tanto conosco, que chega a dar raiva.

Chamo de pesadelos, todas as noites em claros,pensando em ti,
Mas desejo que ele acabe para nós, talvez acabe por aqui,
Sei que foi incrivelmente inesquecível, dizer adeus corroí.
Espero que tenhamos segunda chance, igual ou melhor como sempre imaginei.
Não quero pesadelos, quero amor, felicidade, quero prossegui.

 

(Imagem do filme, Paixão sem limites….)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s