Tuas Obsidiana.

Vi em seus olhos negros um abismo,
Tão sedutor, singelo e assustador,
Eu sabia exatamente onde ir, mas você me tragou,
No profundo e lindo negro me transtornou.

Eu diria que como imã nos atraímos,
Mas seriamos oposto?
Ah!! mas tenho certeza você me enfeitiçou.
Não foi culpa sua mas das tuas duas Obsidiana…

Eu poderia ser tudo, mas agora sou um nada.
Perdi minha bússola, perdi você, me perdi..
Ha um vazio inexplicável, mas uma saudade palpável.
Fecho meus olhos e vejo apenas ati, serás que lembras de mim.

Teus olhos em mim, era com um manto, minha proteção.
Neles eu ia longe, sem tirar os pés do chão.
Meu porto seguro em tempos tempestivos,
Quando eles deixaram de me ver, não sei
Já não o vejo como quero, mas o sinto como não pensava sentir.

Anúncios

2 comentários sobre “Tuas Obsidiana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s